Clipping

APA leva a consulta pública Estudo Ambiental da mina de lítio no Barroso – Partilhar Twitter | Linkedin
A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) considerou conforme o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) para o projeto de exploração de lítio da Mina do Barroso em Boticas, que irá seguir para consulta pública, divulgou esta sexta-feira a empresa responsável
In Negócios Online | 16-04-2021

APA leva a consulta pública Estudo Ambiental da mina de lítio no Barroso – Partilhar Twitter | Linkedin
“Dentro de alguns dias a APA colocará o Estudo de Impacte Ambiental em consulta pública” da mina de lítio no Barroso, esclareceu a Savannah, empresa detentora do projeto. A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) considerou conforme o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) para o projeto de exploração de lítio da Mina do Barroso em Boticas, que irá seguir para consulta pública, divulgou esta sexta-feira a empresa responsável
In ECO – Economia Online | 16-04-2021

APA declara que projeto da Mina do Barroso pode avançar – Partilhar Twitter | Linkedin
A Agência Portuguesa do Ambiente classificou “como conforme” o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do projeto da Mina do Barroso, em Boticas. Assim, o investimento total de 110 milhões de euros poderá avançar para a criação de mais de 700 empregos na zona
In Voz de Trás-os-Montes Online (A) | 16-04-2021

Mina do Barroso: APA declara a conformidade do Estudo de Impacte Ambiental – Partilhar Twitter | Linkedin
A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) classificou hoje como conforme o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do projeto da Mina do Barroso. Conclui-se com sucesso mais uma etapa de um projeto com um investimento de EUR110 milhões e criação de 215 empregos diretos e 500 a 600 indiretos, na região de Boticas
In Diário Atual Online | 16-04-2021

Projeto já recebeu 200 candidaturas para emprego – Partilhar Twitter | Linkedin
Num comunicado enviado à comunicação social, a empresa mineira Savannah revelou que já recebeu “mais de 200 candidaturas espontâneas para emprego” na Mina do Barroso, o que, ressalva, “demonstra o interesse existente num projeto estruturante para a economia nacional e local”
In Voz de Trás-os-Montes – Alto Tâmega (A) | 15-04-2021

Savannah: Um projeto para garantir o futuro – Partilhar Twitter | Linkedin

O lítio e o futuro de Portugal na mobilidade sustentável – Partilhar Twitter | Linkedin

Como o verde continuará a dominar o Barroso – Partilhar Twitter | Linkedin

O lítio e o futuro de Portugal na mobilidade sustentável – Partilhar Twitter | Linkedin

Aposta da Galp no lítio é estratégica “para Portugal e Espanha manterem relevância da indústria automóvel”, diz Galamba – Partilhar Twitter | Linkedin
Ao ECO/Capital Verde, o secretário de Estado da Energia, João Galamba, disse que “obviamente que é positiva” a notícia recente de que a Galp vai adquirir 10% da mina de lítio do Barroso, em Boticas.

Matos Fernandes: “O Governo quer mesmo que exista uma refinaria de lítio em Portugal” – Partilhar Twitter | Linkedin
Numa audição parlamentar sobre o encerramento da refinaria de Matosinhos da Galp, o ministro disse que ainda não existe uma localização para uma eventual futura refinaria de lítio em Portugal. O ministro do Ambiente disse hoje que a intenção do Governo é que seja instalada uma refinaria de lítio em Portugal

Lítio. Mina do Barroso com capacidade anual para construir baterias para 655 mil BMW i3 – Partilhar Twitter | Linkedin
A mina do distrito de Vila Real poderá também ter capacidade para fornecer lítio para a baterias de mais de 300 mil Jaguar I-Pace por ano, segundo as estimativas apresentadas pela concessionária Savannah Resources que anunciou esta semana um acordo com a Galp

Galp compra 10% da mina do Barroso e metade do seu lítio – Partilhar Twitter | Linkedin
Petrolífera acordou tomar participação minoritária no polémico projeto de exploração de lítio na região Norte do país, anunciou a Savannah Resources em comunicado A Galp Energia firmou um acordo com a Savannah Resources, que tem a concessão para a exploração da Mina do Barroso, na região Norte do país, acordo esse que permitirá à petrolífera adquirir uma participação de 10% nas subsidiárias que detém aquele projeto de exploração de lítio